[#003] Microagulhamento: Melasmas, Flacidez e Home Care

Podcast Melasmas e Flacidez

No episódio de hoje, eu respondo às novas perguntas que chegaram sobre Microagulhamento. O foco agora vai para o tratamento de melasmas e de flacidez.

E eu completo com dicas certeiras para você turbinar as suas vendas de Home Care, além de revelar uma surpresa que eu vou trazer pra você no próximo post! Ouça agora o podcast. Ou, se preferir, leia a transcrição do conteúdo:

Microagulhamento e Melasma

Como proceder?

Tratar o melasma com microagulhamento traz algumas vantagens: o microagulhamento preserva a camada protetora da pele, ou seja preserva as suas funções de proteção contra agressão externa, e quando isso acontece, o melanócito responde de forma positiva, não alterando sua produção, e por esse motivo também é seguro nos fototipos mais altos.
Outra vantagem é o mecanismo de drug delivery, que entrega o ativo e otimiza sua ação direta na célula.

O microagulhamento também promove renovação celular. Isso diminui a quantidade de melanina depositada, além de desencadear um processo imunológico que incita um mecanismo chamado fagocitose, que elimina a melanina junto com os restos celulares advindos da injúria pela abertura dos canais.

Com esse incentivo à renovação, temos também um engrossamento da camada epidérmica, o que contribui para fornecer proteção e deixar o melanócito quietinho.

É importante ter em mente que o melanócito é sensível a processos inflamatórios. O grande segredo é manter esse processo controlado, pois a liberação de citocinas ativa a melanogênese.

Tenha em mente que o melasma é uma desordem multifatorial, e necessita de um plano de tratamento completo e abrangente. Portanto, só uma técnica ou uma conduta não vão fazer milagre.

Qual o melhor tamanho de agulha?

O tamanho ideal de agulha no melasma é em torno de 0,5 mm. Com isso, você conseguirá promover o efeito drug delivery mais próximo da camada onde reside o melanócito. Além disso, a técnica trará o benefício de um estímulo inflamatório controlado, e também um resultado não só no clareamento, como na qualidade do tecido.

Quais os melhores ativos?

O melhor ativo é aquele que trabalha em mais de uma via de formação de melanina. E atualmente temos produtos direcionados com blend de ativos que trabalham em várias etapas da melanogênese.

Devemos ter em mente que são muitos passos até que a melanina se deposite na região supranuclear da célula. Logo, barrar mais de uma dessas etapas trará mais chances de um resultado bem sucedido.

Alguns ativos podem ser usados isoladamente, ou em blends dentro de uma formulação industrializada. Hoje, dificilmente encontramos formulações isoladas, as empresas estão apostando em produtos multiação.

Sugestão de ativos:

Ácido tranexâmico: também inibe a MITF e a conversão de plasminogênio em plasmina. A plasmina induzida por agressão ao queratinócito é precursora de fosfolipase A2, que atua na produção do ácido araquidônico e induz liberação de bFGF (fator de crescimento que atua estimulando melanócito). O ácido araquidônico é precursor de agentes inflamatórios que ativam a cascata melânica. O acido tranexâmico desativa a conversão de plasminogênio em plasmina por meio da inibição do ativador de plasminogênio.

Belides

Niacinamida: inibe pmel17; inibe a transferência de melanina para os queratinócitos
Alpha arbutin: ativo hidroquino-like, clareamento sem efeito citotóxico, inibidor da tirosinase. Estudos mostram eficácia em manchas dérmicas e epidérmicas em associação ao laser de baixa potência.
NOPIGMERIN®: não apenas o bloqueio enzimático, mas também a transcrição destas enzimas são realizados (ação anti MITF). Inibe a fagocitose de melanossomas, e reduz a PAR2 (digestão do pigmento) por elevar a atividade de lisossomas.

Um novo mecanismo que reforça o clareamento da mancha envolve a “digestão total” do pigmento. Além da diminuição da fagocitose de melanossomas pelos queratinócitos, NOPIGMERIN® continua agindo naqueles melanossomas que foram fagocitados, ativando as lisossomas – organelas celulares ricas em enzimas!

A palavra de ordem é modular a função do melanócito e regular a melanogênese, através de ativos ou recursos renovadores. Porém, com atividade lesiva inflamatória controlada, ativos despigmentantes que agem em diferentes etapas da melanogênese, e antioxidantes que controlam os radicais livres e sua ação deletéria nas células. Afinal, radicais livres presentes dentro do melanócito ativam ainda mais a produção descontrolada de melanina, sem falar da associação de terapias nutritivas, hidratantes e reconstrutoras.

A pele deve ser olhada sempre maneira global e também micro. Global por levar em conta todos as características externas da pele; e micro quando voltamos nosso olhar para o que está acontecendo dentro de cada célula e enxergamos soluções corretivas.

Rejuvenescimento

Qual é o melhor ativo?

O melhor ativo para o rejuvenescimento é aquele que otimiza a comunicação celular. Quando o assunto são os ativos no pós microagulhamento, você deve ter em mente qual ou quais terão sinergia com o processo. Então, os fatores de crescimento são uma ótima escolha, pois eles vão otimizar o processo de regeneração, renovação e síntese de colágeno.

Agora, em uma conduta completa, além da técnica principal, que é o microagulhamento, você deve voltar seu olhar clínico para as características macro da pele, e também dos acontecimentos micro que estão presentes numa pele envelhecida e agredida pelo tempo e o ambiente.

Tenha sempre em mente as perguntas:

  • O que essa pele está me mostrando?
  • O que está acontecendo quando esta pele está em processo de envelhecimento?
  • O que devo fazer para corrigir essa desordem? (Conduta terapêutica)
  • Como vou fazer isso? (Ativos, técnicas e recursos)

Para deixar uma dica concreta do que usar para rejuvenescimento associado ao microagulhamento, recomendo a Vitamina C, o EGF, FGF, IDP2 peptídeo, e TGF beta-3.

Flacidez

É indicado usar Microagulhamento? O que fazer antes?

Sim! A flacidez é uma das características do envelhecimento, e é tratada ao mesmo tempo e com as mesmas estratégias de tratamento que falamos anteriormente. Pois, para corrigir a flacidez tissular, há a necessidade de se incentivar a síntese de componentes de sustentação, como colágeno e elastina.

Você só precisa estar atenta ao fato de que, junto com a flacidez tissular, vem a flacidez muscular, principalmente do terço médio da face, que sofre ptose e acentua as rugas e linhas. Nesse caso, a ideia de utilizar recursos que devolvam o tônus da musculatura também contribuirá para o tratamento global e correção da flacidez. Ao meu ver, estas são terapias que devem andar juntas, quando falamos em tratamento rejuvenescedor de alta performance.

Eletroterapia

Como associar ao microagulhamento?

Em primeiro lugar, você deve entender o mecanismo de ação e interação do recurso com o tecido e com a fase por que está passando a pele. Há algumas perguntas que me norteiam na hora de associar, como:

  • Como esse recurso age na fase em questão?
  • Em que fase está meu processo? Você vai usar antes, durante ou depois do tratamento?
  • Qual o seu objetivo em usar a eletroterapia nessa fase ou no tratamento em questão?
  • Que camada ou qual estrutura você precisa atingir para ter os efeitos desejados?
  • Quis efeitos você espera?
  • Quais recursos você tem disponíveis?
  • Qual parâmetro você vai utilizar?
  • Esse recurso vai chocar com a técnica ou aumentar o poder lesivo?
  • Vai inibir os processos necessários para alcançar o objetivo esperado?

Uma coisa eu posso falar pra você… E trazer uma receitinha:

  • Pré-tratamento: recursos reconstrutores, antiinflamatórios, energizantes, renovadores (microcorrentes, laser e led, peelings mecânicos e químicos – sempre respeitando o poder lesivo e tempo de intervalo)
  • Pós imediato: moduladores e estimuladores de função celular (led e laser)
  • Pós tardio: recursos que causem outro tipo de estímulo celular (radiofrequência, luz pulsada; claro, sempre respeitando a necessidade da pele; nunca baseado em “quanto mais agressão, melhor”, ou “vou usar só porque todo mundo tá usando”).

Home Care

Qual é a melhor estratégia para vender Home Care?

Gosto de duas:

Primeira, entregue conhecimento acerca de hábitos de cuidados com a pele.

O paciente não compra porque ele não vê valor naquilo… Ele não enxerga a diferença entre os produtos. Ele não entende os benefícios reais que essa prática vai trazer pra ele…

Portanto, cabe a nós, profissionais da saúde e da beleza, entregar esse conhecimento para a clientela. Se a pessoa não compra, é porque ela não vê recompensas.

Porque ninguém compra produtos ou serviços, e sim o resultado e a diferença que isso vai trazer para a vida dela. Então:

  • faça vídeos, que você pode mandar por WhatsApp;
  • explique a interação do produto com as fases do tratamento;
  • fale de pessoas que não usavam, e hoje não ficam sem (explique o porquê disso);
  • conte sua experiência (tenho certeza de que algum momento você teve que enxergar os benefícios para começar a usar);
  • escreva posts nas redes sociais…

Tenho certeza de que suas vendas de Home Care vão aumentar bastante, se você aplicar todos esses pontos.

Segunda dica:

Inclua o investimento do Home Care no preço final do tratamento.

Afinal, o Kit Home Care é um dos pilares do tratamento. Logo, não faz sentido ele ser opcional.

  • Coloque numa sacola bem bonita
  • descreva detalhadamente o modo de usar no seu receituário, e
  • entregue para o cliente na primeira sessão

Tenho certeza de que, colocando essas duas dicas em prática, você já vai ver mudanças na forma como o cliente te enxerga, pelo simples fato de indicar e dar importância ao Home Care.

Microagulhamento

Como dominar as aplicações da técnica?

Muitas gente me pergunta sobre o curso de Microagulhamento online, e vou aproveitar para responder agora, para você que quer aprofundar seus conhecimentos e melhorar seus resultados.

Por quanto tempo terei acesso ao curso?

O acesso é ilimitado, e você pode ver quantas vezes quiser. Tenha em mente que isso é para que você possa revisar e construir novos conhecimentos.

Porque, cada vez que você assiste ao mesmo conteúdo, muita coisa muda, e muitos insights acontecem. A cada momento, seu cérebro vai se voltar para uma coisa que julga mais importante, e assim você pode ter um aproveitamento além de 100%. Isso fará com que você esteja sempre um passo à frente da concorrência.

Como o treinamento funciona?

O curso é totalmente online. É um curso para aprofundar os seus conhecimentos e compreender a parte fisiológica: quais associações utilizar; como desenvolver estratégias e elaborar as melhores condutas terapêuticas; e como pensar a sua prática clínica de forma que ela evolua constantemente, refletindo nos resultados que você entrega à sua clientela, e consequentemente, no seu posicionamento de mercado.

Quem nunca teve contato com Microagulhamento, pode fazer o curso mesmo assim?

Pode!… Tenho certeza de que o que você aprenderá nesse curso, você não encontrará em nenhum curso básico da técnica. Isso vai abrir seu horizonte para como usar esse recurso, e ampliar seus conhecimentos não apenas no Microagulhamento, mas também em outras práticas.

Para você que já usa a técnica, e quer aprofundar seus conhecimentos, é uma oportunidade única de não só aprender, como também trocar experiências, fazer networking, e poder alavancar seus resultados.

Como as coisas vão funcionar depois de entrar para o curso online?

O curso tem a duração de 10 semanas, e depois começam as aulas bônus e também os plantões tira-dúvidas. Tem um módulo com muitas dicas práticas e videoaulas mostrando a aplicação tanto do rolo quanto da dermapen.

No curso, vamos mostrar o que é necessário para que você monte seus protocolos com foco na individualidade do cliente, e na associação inteligente de recursos. Darei várias dicas de ativos e produtos. Vamos explorar a fisiologia e a interação dos recursos com a pele em cada fase, além de exercícios específicos de fixação, desenhados para formar um mapa mental de tudo o que foi aprendido.

Quando as inscrições vão abrir?

Eu vou abrir as inscrições para essa turma única daqui a exatamente uma semana, na terça-feira que vem… Nesse dia, eu vou dar detalhes sobre o preço e a garantia para você que fizer o treinamento… com condições extremamente especiais… já posso adiantar que você poderá fazer o seu investimento à vista ou parcelado em até 12x no cartão sem juros… você receberá o acesso completo ao treinamento, sem contar que você poderá baixar todo o material teórico e seu lindo certificado para somar aí nas suas qualidades profissionais. O nosso curso também tem emissão de nota fiscal.

Agora, eu preciso te alertar que essa condição que eu vou abrir na semana que vem vai valer apenas durante a promoção da Black Friday… e eu vou limitar essa condição somente para as 30 primeiras pessoas que entrarem para a turma.

Então se você quer estar entre as primeiras pessoas quando eu abrir as inscrições, clica no link aqui embaixo, e entre pra lista preferencial. As pessoas que estiverem nesta lista receberão o link antes de todo mundo!!

Gratidão pelo tempo compartilhado e nos vemos logo mais… enquanto isso, coloca seu nome agora lá na lista preferencial:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *